Pular para o conteúdo principal

MINISTRO HELDER BARBALHO LIBERA R$ 3 MILHÕES PARA O MUSEU EMÍLIO GOELDI


O histórico Museu Emílio Goeldi não corre mais o risco de fechar as portas. O Governo Federal anunciou a liberação de R$ 3 milhões para desafogar o orçamento do museu. A assinatura do repasse aconteceu nesta ultima semana durante o Congresso Brasil Competitivo 2017 de Economia Digital, em São Paulo, com as presenças do ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicação, e Nilson Gabas Júnior, presidente do Emílio Goeldi.

A situação do centenário museu paraense era crítica e tornou-se pública na semana passada. A direção do Emílio Goeldi chegou a realizar uma coletiva de imprensa para explicar a situação de dificuldade financeira que o lugar estava passando. No final da coletiva os gestores deixaram claro: se a situação continuasse precária como estava, o museu de 122 anos teria que fechar as portas.

Após expor publicamente o desespero orçamentário pelo qual passava o museu Emílio Goeldi, o ministro da Integração Nacional Helder Barbalho organizou uma frente de trabalho com o Ministério do Planejamento para garantir a liberação dos recursos. Durante a assinatura da liberação, Helder mostrou-se aliviado.
“Como paraense fiquei muito preocupado com o risco eminente do fechamento do museu. Poder anunciar a liberação desse recurso hoje e a manutenção dos serviços do Emílio Goeldi é um motivo de grande festa”, comemorou o ministro, pronunciando em seguida a frase ‘Somos todos Emílio Goeldi’, que virou hashtag das campanhas pedindo a permanência do museu nas redes sociais.

Para Gilberto Kassab, que veio a Belém exclusivamente para a assinatura da liberação dos recursos, agora existe a garantia de que o local funcionará na sua plenitude. “O governo acaba de encaminhar os recursos necessários para a plena continuidade dos trabalhos do museu”, pontuou Kassab.

Para Nilson Gabas Júnior, presidente do Museu Emílio Goeldi e um dos líderes da diretoria que decidiu expor publicamente o déficit do museu, a sensação final é de vitória para o povo paraense.

“Há uma semana atrás eu iria anunciar o fechamento do museu, mas hoje com a conquista dos recursos, já estamos tratando de manter os contratos com a garantia orçamentária de que não vamos fechar”, garantiu Nilson.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem Merenda Escolar, aluno desmaia de fome a 5 km de casa em Cametá.

Cerca de 50 crianças percorrem o trajeto das colônias do distrito da Vila do Carmo, todo dia, até a escola de Ponta de Terra; muitos saem de casa às 6h para poderem chegar depois de 1h de caminhada a escola, devido à falta de transporte escolar na região. Pais de alunos dizem que não há merenda desde o Junho do ano de 2017, antes só se ofereciam biscoitos devido não haver cozinha na escola que é improvisada, as salas funcionam dentro das dependências da Igreja Assembleia de Deus, a comunidade reclama do abandono e diz que seus filhos entram 7:30h e saem 9h devido a falta de merenda escolar. “Já pediram para nós R$ 5 todo mês como se fosse uma mensalidade, e já até nos disseram que temos que ter responsabilidades de mandar nossos filhos com merenda pra escola, mas como posso mandar se não temos pra comer, na época da farinha, mando mingau de farinha para meus filhos, gostaria que o secretario de educação viesse ver nossa escola” diz uma mãe de uma aluna que não gostaria que seu nome não…

ADEUS MESTRE: VIOLÊNCIA SEM CONTROLE NO BAIXO TOCANTINS

Mais um dia de terror no baixo Tocantins, depois do pânico ocorrido ontem (05) no Polo Universitário em Igarapé-Miri, onde assaltantes trocaram tiro com a Policia Militar em uma formatura de graduação.
Hoje mais uma tentativa de assalto na região, se divulgou que duas mortes num sítio próximo a Igarapé-Miri. Informações preliminares indicam que estaria sendo armada uma embosca para o Ruzol, dono do sítio que fica no Canal.
Mas infelizmente o professor Renato Silva Neto foi quem passou pelo local, acompanhado de outra pessoa que iria fazer um trabalho no sítio. Segundo fontes da Gazeta Miriense.
A vida do professor Renato Silva foi ceifada pela violência e pela incompetência do atual governador Simão Jatene, o professor era docente de educação física, sendo muito querido na comunidade acadêmica de Igarapé Miri e Cametá, a notícia de seu falecimento de modo trágico comoveu amigos de Cametá e de Igarapé-Miri.
A violência ceifou a vida do Professor Renato e quantos mais precisam morrer govern…

CAMETÁ: PROFESSOR É ASSALTADO NA RODOVIA SEM LEI, PA151.

Mais dois assaltos hoje na PA 151, mais dois de centenas só esse ano, os dois assaltos na PA 151 ocorreram pela tarde, o primeiro ocorreu no trecho Santa Maria do Icatú/Meruú. Segundo informações, Marivaldo ao se deparar com obstáculos colocados na estrada, debreou o carro, onde ao reduzir a velocidade, dois homens armados apareceram do mato com arma de fogo aparentemente caseira abordaram os passageiros e anunciou o assalto, o segundo aconteceu no trecho Ponte Igarapé-Miri/ Meruú onde um professor do município de Mocajuba foi assaltado, o professor estava em viagem para a capital com sua família, os meliantes anunciaram o assalto e levaram os pertences dos viajantes. O FOLHA já fez dezenas de denuncias que chegam por mail e whatsapp, mas nada aparentemente é feito pela inteligência da Policia Militar.  A rodovia Estadual PA 151 esta virando a rodovia vermelha, pois sem policiamento fica fácil cometer esse tipo de crime, a estrada precisa imediatamente de um posto da Policia Militar R…