Pular para o conteúdo principal

VEREADORES DE CAMETÁ SE POSICIONA CONTRA PROJETO DE JATENE (SEI)



Historicamente o Poder Público Estadual trata Cametá com desprezo e desrespeito. O presidente da Câmara Municipal de Cametá, Juniel dos santos (PR) juntamente com a maioria dos vereadores do município se posicionou contra o Governo do Estado e contra o Sistema de Educação Interativa (SEI), que visa trocar professores por televisão nas vilas e ilhas de Cametá. O prefeito Waldoli Valente (DEM) já assinou o convenio para adquirir o recurso, o projeto entrará em vigo ano que vem.  Somente Cametá no Baixo Tocantins assinou este documento que irá prejudicar milhares de alunos no município. Os prefeitos de Oeiras do Pará, Limoeiro do Ajuru, Baião e Mocajuba se recusaram a assinar o convenio milionário, dizem que televisão não resolverá problema que é de responsabilidade do governo.

A proposta do Governador é implantar vídeo aulas via satélite a distancia para os alunos do SOME nas diversas localidades de Cametá. O convenio se trata de um empréstimo milionário junto ao BIRD, as aulas serão transmitidas de um Studio na capital que irá formar os alunos que estão distantes da realidade do centro urbano.
O presidente da Câmara de Cametá que foi aluno do SOME na localidade de Cacoal, afirma que esse modelo é uma falta de respeito às comunidades ribeirinha, ele diz que a Câmara não foi consultada sobre o convenio assinado pelo prefeito e que se depender dele e de outros vereadores, vão lutar junto com os professores e alunos de Cametá. O SEI é um retrocesso na educação cametaense.


O representante dos professores denuncia que o Sistema Modular é uma importante política pública educacional (Lei 7806/14) ao atendimento das oportunidades das comunidades ribeirinhas, do campo, florestas, quilombolas e indígenas. Mas que o atual governo do e demais aliados, deixará milhares de estudantes sem o direito constitucional de estudar nas diversas localidades onde residem, não bastasse negar as matrículas para os alunos dos primeiros anos da educação básica no SOME já no início de 2018, lançando edital para compra de equipamentos e edital para seleção interna de professores e professoras com objetivo de implementar o Sistema de Educação Interativo/SEI (Tele aula) copiado do estado do Amazonas, quando o professor será substituído por uma simples televisão, causando um significativo retrocesso na Educação do Campo do estado do Pará e desrespeito aos direitos dos estudantes e professores, já garantidos em lei, sem contar quem vai garantir que essas televisões e aparelhos não sejam furtados, pois até lâmpadas roubam das escolas afirma o professor Vinicius (SINTEPP).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sem Merenda Escolar, aluno desmaia de fome a 5 km de casa em Cametá.

Cerca de 50 crianças percorrem o trajeto das colônias do distrito da Vila do Carmo, todo dia, até a escola de Ponta de Terra; muitos saem de casa às 6h para poderem chegar depois de 1h de caminhada a escola, devido à falta de transporte escolar na região. Pais de alunos dizem que não há merenda desde o Junho do ano de 2017, antes só se ofereciam biscoitos devido não haver cozinha na escola que é improvisada, as salas funcionam dentro das dependências da Igreja Assembleia de Deus, a comunidade reclama do abandono e diz que seus filhos entram 7:30h e saem 9h devido a falta de merenda escolar. “Já pediram para nós R$ 5 todo mês como se fosse uma mensalidade, e já até nos disseram que temos que ter responsabilidades de mandar nossos filhos com merenda pra escola, mas como posso mandar se não temos pra comer, na época da farinha, mando mingau de farinha para meus filhos, gostaria que o secretario de educação viesse ver nossa escola” diz uma mãe de uma aluna que não gostaria que seu nome não…

ADEUS MESTRE: VIOLÊNCIA SEM CONTROLE NO BAIXO TOCANTINS

Mais um dia de terror no baixo Tocantins, depois do pânico ocorrido ontem (05) no Polo Universitário em Igarapé-Miri, onde assaltantes trocaram tiro com a Policia Militar em uma formatura de graduação.
Hoje mais uma tentativa de assalto na região, se divulgou que duas mortes num sítio próximo a Igarapé-Miri. Informações preliminares indicam que estaria sendo armada uma embosca para o Ruzol, dono do sítio que fica no Canal.
Mas infelizmente o professor Renato Silva Neto foi quem passou pelo local, acompanhado de outra pessoa que iria fazer um trabalho no sítio. Segundo fontes da Gazeta Miriense.
A vida do professor Renato Silva foi ceifada pela violência e pela incompetência do atual governador Simão Jatene, o professor era docente de educação física, sendo muito querido na comunidade acadêmica de Igarapé Miri e Cametá, a notícia de seu falecimento de modo trágico comoveu amigos de Cametá e de Igarapé-Miri.
A violência ceifou a vida do Professor Renato e quantos mais precisam morrer govern…

CAMETÁ: PROFESSOR É ASSALTADO NA RODOVIA SEM LEI, PA151.

Mais dois assaltos hoje na PA 151, mais dois de centenas só esse ano, os dois assaltos na PA 151 ocorreram pela tarde, o primeiro ocorreu no trecho Santa Maria do Icatú/Meruú. Segundo informações, Marivaldo ao se deparar com obstáculos colocados na estrada, debreou o carro, onde ao reduzir a velocidade, dois homens armados apareceram do mato com arma de fogo aparentemente caseira abordaram os passageiros e anunciou o assalto, o segundo aconteceu no trecho Ponte Igarapé-Miri/ Meruú onde um professor do município de Mocajuba foi assaltado, o professor estava em viagem para a capital com sua família, os meliantes anunciaram o assalto e levaram os pertences dos viajantes. O FOLHA já fez dezenas de denuncias que chegam por mail e whatsapp, mas nada aparentemente é feito pela inteligência da Policia Militar.  A rodovia Estadual PA 151 esta virando a rodovia vermelha, pois sem policiamento fica fácil cometer esse tipo de crime, a estrada precisa imediatamente de um posto da Policia Militar R…