terça-feira, 16 de maio de 2017

PREFEITURA DE CAMETÁ DEIXA CRIANÇAS COM FOME NAS ESCOLAS


Segundo pais, há recados nos cadernos para levar merenda de casa; as comunidades das vilas de Cametá garantem que não há merenda nas escolas municipais. Desde o inicio do ano a prefeitura ainda não conseguiu resolver a questão da merenda escolar no município de Cametá, pensava-se que o problema era dinheiro e falta de repasse, mas segundo o MEC, desde janeiro de 2017 o repasse esta sendo depositado em conta, só em Janeiro foram mais de R$ 280 Mil reais, mas parece que a gestão pouco se importa com os alunos que tanto necessita desta alimentação, a merenda escolar ainda é a única alimentação para centenas de criança de nossa região. 

O repasse para a alimentação escolar ultrapassa mais de R$ 600 mil reais,  o recurso do transporte escolar está em dia, valor transferido para a conta do Banco do Brasil supera o valor de 492 Mil reais e o municipio recebeu também mais a cota federal que ultrapassou mais de 1 Milhão de reais só até este mês, o repasse do ministério da educação já totaliza e ultrapassa mais R$ 1.900.000,00 (Um milhão e novecentos mil reais). 





O que muitos cidadãos e vereadores não entendem como é que sem dinheiro como alega o atual prefeito, ele consegue licitar milhares de marmitas? Pra que? E pra quem? Será que a Secretaria de Educação irá agora oferecer “marmitex” para os alunos? Se for ótimo!          

Muitos vereadores questionam a posição do prefeito, quem conhece a vida dos alunos do campo e ribeirinho, sabe que é muito difícil a vida destas crianças, a merenda ainda é um atrativo para que muitos pais ainda mandem seus filhos pra escola, pois em muitos casos famílias não tem o que comer, e ver na escola a única oportunidade e esperança de um futuro melhor para seus filhos. Outro importuno é a falta de transporte escolar nas ilhas, muitos pais alegam que não tem condições de enviar seus filhos por falta de recursos, Seu Jordão morador do rio Ajará disse que; todo dia tem que gastar dez reais com gasolina para levar seu filho na escola na vila de Porto Grande, e tem dia que ele não leva por falta de dinheiro, segundo ele,  graças ao bolsa família e ao seguro defeso é que ainda seus três filhos ainda então estudando.  


Folha de Cametá



2 comentários:

  1. Acredito que é necessario que o ministério publico deve tomar providencias em Cametá_PA , pois é de meu conhecimento que o poder legislativo do municipio ja fizeram denuncia, mas ainda não foram tomadas nenhuma ação que viesse forçar o gestor a prestar contas das irregularidades.Isso é uma vergonha pras autoridades judiciárias que se coloca impotente diabte desses fatos no municipio. Sem falar do salário de dezembro de 2016 que não foi pago pra muitos e que esta sendo uma novela. Esse municipio é sem lei, não obedecem as leis e oprime as pessoas da classe desprilegiadas dessa sociedade. Gente comentem, ajude a divulgar, pois isso vai criar novas ideia para a sociedade, conscientizando a população cametaense.

    ResponderExcluir
  2. Amigas professoras da cidade de Cametá - Pará, eu sou Administrador, Advogado e Professor. Agora, aos 76 anos, aposentado, dedico-me a escrever livros infanto-juvenis educativos. Tenho um site, onde disponibilizo meus livros para baixar gratuitamente. Estes livros educativos são úteis e importantes para que as crianças de sua cidade sejam melhores pessoas e cidadãs mais conscientes! Meus trabalhos são, essencialmente, voltados para a EDUCAÇÃO de nossas crianças. São livros que colaboram para o desenvolvimento e formação de pessoas, bem como para inspirar, despertar e reforçar o interesse, nos seguintes aspectos: caráter e valores morais; conceito de cidadania; consciência ecológica; valores de família; respeito aos educadores (pais, avós e professoras); ordem e disciplina; cultura e conhecimento; incentivo ao estudo como caminho para o sucesso e espiritualidade. O Site tem o caráter filantrópico e educativo, sem fins lucrativos.
    Eis o site: www.literaturaeducativa.com.br

    Atenção! Este e-mail não é um vírus. Se tiver dúvidas, pesquise no Google – Literatura Educativa – e acesse o site acima por este caminho, se quiser maior segurança.

    Agradeço o apoio de vocês na divulgação do site, possibilitando-me uma parceria para uma melhor Educação de nossas crianças! Se gostou do site, divulgue-o às suas amigas professoras.

    Atenciosamente, João José da Costa, Escritor.

    ResponderExcluir

Miner

ASSOCIADA AO AÇAÍ, DOENÇAS DE CHAGAS AVANÇA NO BAIXO TOCANTINS

O Pará concentra metade dos registros de doença de chagas no Brasil; No Baixo Tocantins cidades como Limoeiro do Ajuru, Cametá e Oeira...