terça-feira, 21 de junho de 2016

Festa de São João embala Vila de Juaba


Mingau de milho, vatapá, bolos caseiros, bandeirinhas, músicas juninas e muita alegria embalaram a vila de Juaba neste ultimo final de semana.

A festa de São João de Juaba é uma das mais descolada de Cametá, milhares de pessoas passaram pelos dois dias de terreirão no distrito, o primeiro foi realizado no dia 17 (sexta-feira) e foi organizado pelos alunos do Sistema Modular de Ensino (SOME/SEDUC), no sábado (18) foi o grande dia, e ficou por conta da comunidade estudantil e funcionários da Escola Municipal Dr. Ângelo Custódio Corrêa, muitos moradores das ilhas próximas se reuniram para participar do evento, o terreirão do SOME foi um sucesso, ainda de baixo do chuvisco, o clima quente das festas juninas e a multidão não se deixaram intimidar pela chuvinha e arrastaram o pé no arraiá.

Mas a organização da Escola Dr. Ângelo Custódio Corrêa no sábado abrilhantou a noite de Juaba, com suas misses e quadrilhas.

As festas de São João de Cametá e de suas vilas são bastante alegres e tradicionais, grupos juninos se preparam muitas das vezes até oito meses antes para os festivais e competições que são realizadas na cidade.


As comemorações das festas juninas em Cametá, além de manterem as características herdadas da Europa e recheada do sincretismo religioso, como a celebração dos dias dos santos, também mesclaram elementos típicos do interior de Cametá, como no caso de Juaba. A mistura da cultura quilombola e a tradição católica, e as tradições sertanejas, forjadas pela mescla das culturas africana, indígena e europeia. Sendo assim, as comidas típicas (como o vatapá), as danças, o uso de instrumentos musicais (como a viola e o tambor) nas festas, etc., tudo isso reflete centenas de tradições diversas que se imbricaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Miner

ASSOCIADA AO AÇAÍ, DOENÇAS DE CHAGAS AVANÇA NO BAIXO TOCANTINS

O Pará concentra metade dos registros de doença de chagas no Brasil; No Baixo Tocantins cidades como Limoeiro do Ajuru, Cametá e Oeira...